Competir passou de moda! Palavra de ordem agora é: Co-Criar!

art-artistic-beautiful-244497-768x698
(Foto: Rakesh Naidu)

O conceito de competir provavelmente todos sabemos o que significa, uma vez que, desde cedo fomos educados a competir e a acreditar que competir é bom.

Basicamente o senso de competição faz-nos querer estar sempre à frente dos outros, mostrar que somos melhores em relação a algo comparativamente aos outros.

Já o conceito de Co-Criar talvez seja novo para muitos de nós, que ainda vive na energia obsoleta da competição. Contudo, sem nos apercebermos, nós co-criamos desde muito cedo: a partir do momento em que duas pessoas conversam ou interagem, trocam ideias, decidem fazer algo juntas, ou quando interferem mutuamente no que o outro é, pensa ou cria, então já estão a ser resultado da famosa co-criação.

No conceito tradicional de competição há sempre mais de 1 pessoa a competir, seja para mostrar que é o mais profissional, o que joga melhor, que é o mais forte, o mais bonito, o mais eloquente, etc.

Contudo, tudo isto não passam de meras perspectivas individuais.

O que significa ser melhor do que os outros? Ser mais bonito do que outrém? Será que existe uma fórmula certa para definir isto? Ou será que cada um define isto de acordo com o que acredita? E se assim for, então a quem pertence a razão? A verdade é que pertence a ninguém e pertence a todos!

Cada um de nós é uma partícula do Todo e contém em Si uma fracção daquilo que chama de Verdade!

A diferença é que na competição eu estou a competir contra o outro para mostrar que sou o melhor, enquanto que na Co-Criação eu estou a criar algo conjuntamente com o outro! Na competição, o sentimento é de querer superar o outro e quando “perdemos” ficamos frustrados, angustiados, com auto-estima baixa, etc.

Ao co-criarmos algo, todas as partes envolvidas trazem o melhor de si, juntam sinergias e criam algo conjuntamente. Não importa muito quem é melhor do que o outro, pois não é isso que está em causa.

O processo de co-criação permite-nos perceber que somos todos diferentes e que temos diferentes habilidades e competências.

Durante este processo de co-criar algo, podemos explorar, de forma segura e criativa, todo o nosso potencial e aprendermos muito uns com os outros. No processo de co-criação se um perde, todos perdem e se um ganha, todos ganham.

Alguém decidiu fazer o mesmo que Você? Óptimo! Quanto mais pessoas a fazer algo, mais gente se beneficia.

Não tenha medo que “lhe roubem o lugar” ou que “lhe roubem a ideia” por dois motivos:

– Primeiro porque, a partir do momento em que lançamos algo ao mundo, seja um projecto, um produto ou uma ideia, isto deixa de ser nosso a passa a pertencer ao mundo e qualquer pessoa tem a liberdade de desenvolver a mesma ideia/projecto/produto à sua maneira (respeitando os direitos de autor da ideia original);
– Segundo porque cada pessoa tem a sua própria energia e a sua própria forma de materializar as coisas. Ou seja, a ideia/produto/projecto podem até ser os mesmos, mas a forma de executar dependerá da energia de cada um. Cada um irá atrair para si pessoas que se identifiquem com a sua energia e com a sua forma de materializar as coisas.

Co-criar é perceber que eu não preciso saber tudo, nem preciso ser bom a tudo a todo o momento. Apenas devo estar aberto a partilhar o meu conhecimento e potencial e aprender com o conhecimento dos outros.

Somos Tod@s Mestres e Aprendizes uns dos outros!

Co-criar significa também perceber que a todo o instante, eu sou co-criador da minha própria realidade! A nossa realidade é criada por nós, através daquilo que acreditamos, com base nas nossas convicções, pensamentos e emoções.

Se estou constantemente a alimentar crenças limitantes, pensamentos negativos e emoções tóxicas, a minha realidade será exactamente constituída por tudo isso.

E então surge aqui uma maravilhosa constatação: a de que só devemos querer e desejar competir com a única pessoa que barra o nosso próprio caminho e felicidade: Nós mesmos! O único e verdadeiro desejo de competição deve ser de nós para connosco mesmos!

 Desejar ser melhor a cada dia!
– Desejar deixar de ser aquele ser com crenças limitantes e transformar-nos no Ser Infinito que é!
– Desejar deixar de alimentar pensamentos auto-destrutivos e passar a alimentar um diálogo interno positivo, genuíno e amoroso, de Si para Si!
– Desejar deixar de ser aquele ser que alimenta emoções tóxicas e que atrai relacionamentos tóxicos e passar a ser um Ser de infinito amor e auto-aceitação total, mudando e aumentando a sua vibração energética e passando a atrair pessoas e situações alinhadas à sua vibração!

Contudo, para que isso aconteça, devemos deixar de querer competir com os demais e passar a ser Co-Criadores da nossa realidade. Devemos juntar-nos a outras pessoas que estejam a vibrar na mesma frequência e que queiram juntar-se e co-criar infinitas possibilidades de abundância!

Vivemos num Universo quântico, de infinitas possibilidades e a todo o momento o Universo presenteia-nos com estas possibilidades. Só temos de confiar na nossa intuição e no nosso Ser e ESCOLHER as possibilidades de ressoam connosco.

Querendo ou não, cada um de nós está a todo o instante em processo de co-criação da sua realidade! Só que muitos ainda vivem inconscientes deste processo e por isso pensam que forças externas a Si é que tomam conta da sua realidade e do seu destino, mas não.

Precisamos de ganhar consciência desse processo e de passar a criar a realidade que queremos para nós.

REFLITA:
– Que tipo de realidade quer para si?
– O que precisa fazer ou Ser para atrair e criar esta realidade?
– O que pode aprender com todas as situações e possibilidades que lhe surgem?
– O que pode melhorar na sua actual realidade?
– Como seria a sua vida se descontruísse as suas crenças limitantes e se abrisse ao Ser Infinito que você É?

Lance estas perguntas ao Universo. Trabalhe em Si. Cultive o Auto-Conhecimento. Confie na sua Intuição. As respostas irão chegar e quando chegarem, você saberá o que fazer. Ou não! Depende de Si!

Lembre-se: Voce É o Co-Criador da sua Realidade e o único responsável por ela!

Um abraço quântico

Avatar

Nereyda Ah-Hoy

Autor Desde:  28/06/2019

Nereyda Ah-Hoy é Fundadora da Plataforma INDIKA, Formada em Comunicação e Terapeuta. Trabalhou no mundo corporativo quase 20 anos, tendo passado por diversas áreas como Vendas, Marketing, Comunicação e Relações Públicas, RH, Formação e Gestão de Equipas, Gestão de Projectos e Consultoria.

Entretanto, desde 2015 que decidiu abraçar a sua paixão e missão de vida como Terapeuta, tendo-se formado, até ao momento, como Practitioner de ThetaHealing (pelo THINK Institute of Knowledge), Especialista em Óleos Essenciais (pelo doTERRA), Monitora de Ch’i-Kung Terapêutico e em Massagem Detox (pelo Healing Africa), nas Técnicas de Barras de Acesso à Consciência e Facelift Energético (pelo Access Consciousness) e com Nivel I de Reiki.

Nereyda iniciou a sua jornada de Auto-Conhecimento em tenra idade e a constante leitura, pesquisa e estudo em diversas áreas terapêuticas alternativas e correntes de Auto-Conhecimento, como é o caso de Metafisica da Saúde, Astrologia, Numerologia, Física Quântica, Aromaterapia entre outras, têm sido os grandes alicerces na sua formação e aperfeiçoamento como Terapeuta e Ser Humano.

Através da Plataforma INDIKA, Nereyda encontrou uma forma de dar a sua contribuição ao mundo, sendo a INDIKA um canal através do qual partilha e divulga informação, conteúdos, produtos e servicos de profissionais especializados, que trabalham para o Bem-Estar Holistico das pessoas.

Em Fevereiro de 2022, Nereyda em sociedade com a sua irmã, Katia Ah-Hoy, abriu o Mindful Wellness Center, um Centro Holístico de Saúde e Bem-Estar em Maputo - Moçambique, como forma de dar continuidade ao seu sonho e paixão de contribuir para a evolução, auto-desenvolvimento e cura das pessoas.